Aparar as arestas, trabalhando
Soltar as amaras libertando
Dinamitar o lixo renovando

Tudo em mim que se possa pensar, pensar
Mesmo que algo me impeça de andar, de andar
Edificou-se um homem, para brilhar
E a luz se fez em mim, irradiar
Quero aprender outra forma de viver
Arquitetando tranqüilo um novo ser

Minha alma canta, delira
Brinca, vive e faz obras-primas
E a força do querer se amplia

Tudo em mim que se possa pensar, pensar
Mesmo que algo me impeça de andar, de andar
Edificou-se um homem, para brilhar
E a luz se fez em mim, irradiar
Quero aprender outra forma de viver
Arquitetando tranqüilo um novo ser

Vídeo incorreto?