Você, que sentiu uma lâmina
Invadir lá no ventre
Tirar-te a vida
Entenda não adianta vinganças
Não adianta rancores
A coragem te guia
Vá, esqueça os horrores
Planeje de novo
Luta, persevera

Perdoa, teus pais tão ingênuos
Que se dizem espertos
São crianças ainda

A piedade é o sentir de uma águia
Rasgando a amplidão etérea
Condoída desses seres que rastejam no solo da Terra
És ave cândida pura de neve
Cujo olhar meigo não reflete
Os ardores das feras

Vídeo incorreto?