Tô no lombo de um veiaco
Chego até perder os caco não me entrego pro ventena
Se o bicho baixar o toso
Pra mim nada é perigoso, até abano prás morenas

Dou-lhe mango chego espora
Faço o maula ver na hora quem de nós aqui é o bom
Fica mansinho que é um cordeiro
Pra levar pros entrevero para a filha do patrão

(Que festa linda que festa buena
É um rodeio agarrado nas morenas)

Uma camisa toda suja de batom
Um par de esporas porque eu vou montar sem freio
Uma morena agarrada no tordilho
É o meu estilo quando chego num rodeio

Vou picando a mula vou dançando chula
Tu vai ver que a louca pula em mim
Vou dizer à prenda que dou uma fazenda
Quero ver você sorrir no meu jardim

Eu me boleio, hoje eu sapateio
Pois esse rodeio tá lindo de ver
Canha no gargalo, mulher e cavalo
Cordeona chorando, até o amanhecer

Vídeo incorreto?