(Trago a saudade, apertada no meu peito
Vou chorar não tem mais jeito, me sufoca o coração
Só choro mesmo, quando vê que vale a pena
Com saudade da morena que se foi pra outro rincão)

Mate lavado e a saudade lá de fora
De alguém que foi embora prometendo não voltar
Fico mateando, a noitinha no galpão
Pra espantar a solidão eu pego a viola pra cantar

Mateando só, a saudade me acompanha
Quero ficar na campanha estou solito no rincão
Só a lembrança da morena ainda trago
Canto uns versos tomo uns tragos pra espantar a solidão

Vídeo incorreto?