Sesteando sob a figueira depois da lida no campo
Sonhei meu sonho perfeito
Um rancho bem acabado a china e o piá do lado
A ressonar no meu peito

/A imagem de um campo verde bordado por mato virgem
E o tropel de uma potrada
Na coxilha lembro ainda a ponta de gado mui linda
de volta pra invernada

Ajeitando um bom galpão pra guardar muitas lembranças
De minh'alma de campeiro
O meu laço, meus aperos que por tempos, mui faceiro
Campereei o pago inteiro/

(Mas que tal companheiro te confesso
Que pra Deus rezando eu peço os meus sonhos realizar
E Deus responde, te criei peão da lida
Te concedo nesta vida só o direito de sonhar)

Vídeo incorreto?