Mas quem vem lá, tchê? É o Tio Juvêncio com sua estampa campeira
Pra peonada galponeira, é o cuiudo do pontão
No reboliço de um bochincho de campanha
Mistura tragos de canha, com planchachos de facão

Bigode grosso sapecado do palheiro
Xirú velho caborteiro, desconfiado e mui tronqueira
Sempre pachola é o dono do fandango
Dá grito sacode o mango, quando dança uma vaneira

Quem vem lá? Quem vem lá? É o Tio Juvêncio
Com sua estampa campeira à cavalo na vaneira
sapateando no salão

Bombacha larga lenço branco no pescoço
É monarca no retosso ninguém viu nada igual
China bonita china veia china feia
No costado se boleia pra fungar este bagual

Vídeo incorreto?