Não dá
Não dá pra te esquecer, não dá
A saudade desabou no meu olhar
Cai a dor que ja não sabe adormecer
É hora de aceitar
O despertar tentar me refazer
Não dá
Não dá mais pra viver assim
Ora vem você de novo me atacar
Sou madeira você é cupim
Espera ai, é triste, mas, é o fim

É o fim de um bem sem querer
Você pra lá e eu pra cá
E o que se há de fazer
Mesmo amando você
Você desaprendeu a confiar
É o fim que deu pra prever
Tudo que eu fiz foi em vão
Você só quis guerra
Não quis paz
Deu separação

É o fim de um bem sem querer
Você pra lá e eu pra cá
E o que se há de fazer
Mesmo amando você
Você desaprendeu a confiar
É o fim que deu pra prever
Tudo que eu fiz foi em vão
Dói o corpo, dói a alma
Dói o coração

Vídeo incorreto?