Acordo pela noite,
Pego o violão e faço uma canção...
Viajo em pensamentos,
Apenas para me inspirar...
Procuro as palavras certas para a canção...
Tocando violão...
Foi quando eu lembrei do beijo que você me deu...
Que vontade de beijá-la novamente...
O que é que eu vou fazer para isso acontecer...
Não sei.
Ô saudade, me liberte por favor...
Eu preciso me livrar das garras desse grande amor.

REFRÃO

Vem alimentar meu sonho nessa madrugada...
Vem fazer realidade o que hoje é nada.
Vem alimentar meu sonho nessa madrugada...
Vem fazer realidade o que hoje é nada.
Nada, nada, sem você sou nada.
Nada, nada, sem você sou nada

Vídeo incorreto?