E digue, digue, de deo oba
E digue, digue, de deo oba

E digue, digue. de deo oba

Lê lê lê lê lê lê lê o oba

E digue, digue, de deo oba
E digue, digue, de deo oba
E digue, digue. de deo oba
Lê lê lê lê lê lê o

Quem ama, la, laiá
Enobrece e alastra a verdadeira chama, la, laiá

Nunca quebra a corrente, somente encanta
Cantando poesia e preces de amor

Quem chora, la, laiá
O seu amor perdido não sabe a hora, la, laiá

Que terá o sorriso de volta e implora
De joelho o perdão e se rende pra dor

Meu samba
Tem quem ama, quem chora e um nobre enredo
Transmitindo pra massa e pro mundo inteiro
Faz pulsar a raiz em nosso coração

O bamba
Que escreve a tristeza com muita alegria
No seu mais lindo verso que no dia a dia
Faz o povo sorrir e cantar o refrão

E digue, digue, de deo oba
E digue, digue, de deo oba

E digue, digue. de deo oba

Lê lê lê lê lê lê lê o oba

E digue, digue, de deo oba
E digue, digue, de deo oba
E digue, digue. de deo oba
Lê lê lê lê lê lê o

Você já não quer mais amar
Sem rumo, tá sem direção
Se encontra perdido no cais
Querendo encontrar solução

Amigo não vá se entregar
Eu sei tá ruim aguentar
Mas Deus tá aqui pra ajudar
Não deixa esse barco afundar

Eta vida! Eta vida de cão
A gente ri, a gente chora, a gente abre o coração
Eta vida! Eta vida de cão

A gente têm mais que lutar
Seguir a nossa diretriz
Sonhar e tentar ser feliz
Viver pra cantar e sorrir

É hora da gente assumir,
É hora de darmos as mãos
Do negro ao branco se unir
Gritando numa só razão

Eta vida! Eta vida de cão
A gente ri, a gente chora, a gente abre o coração
Eta vida! Eta vida de cão

Você já não quer mais amar
Sem rumo, tá sem direção
Se encontra perdido no cais
Querendo encontrar solução

Amigo não vá se entregar
Eu sei tá ruim de aguentar
Mas Deus tá aqui pra ajudar
Não deixa esse barco afundar

Eta vida! Eta vida de cão
A gente ri, a gente chora, a gente abre o coração
Eta vida! Eta vida de cão

Vídeo incorreto?