Eu preciso lhe contar a história
De um jovem destemido, sonhador,
Era o filho da velhice de israel,
Que eu amava sem esconder dentre os demais.
Sua vida foi marcada por promessa
De alguns sonhos que deus revelou para ele.
Sem temer, o que viessem lhe dizer
Sempre falava radiante, com prazer.

O que foi desta vez,
O que sonhou agora?
Já ganhou uma capa, a atenção de nosso pai,
O que quer nesta hora?
Só quero compartilhar um sonho que o senhor me deu,
Peço agora atenção, um momento, meus irmãos,
Para contar o sonho que sonhei.

Estava no meio do campo atando molhos,
De repente, algo ali aconteceu.
É que seus molhos diante dos meus se curvavam,
Não me perguntem, não sei como isso aconteceu.
Esperem, ainda não acabei,
Outro sonho ainda tenho de contar,
É que o sol, a lua e onze estrelas se inclinavam diante de mim,
Por que será?

Depois de contar os sonhos,
Foi lançado em uma cova,
Foi vendido como escravo,
Pelos seus próprios irmãos,
Numa feira do egito,
Como uma mercadoria, comprado foi por potifar,
Trabalhando como escravo, não negava o seu deus.
Mesmo lá no calabouço, veja o que aconteceu:
Faraó mandou chamar e, para um jovem sonhador,
Meu deus lhe fez governador.
Se está sendo humilhado, nunca negue a jesus,
Continue lutando, carregando sua cruz.
Meu deus realiza sonhos e cumpre suas promessas
No momento que ele quer.
Hoje é dia de milagre, isto eu posso sentir,
A providência já chegou,
Não tem como reprimir.
Vou saltar de alegria,
Não vou parar de adorar,
Deus me escolheu para governar.

Deus me escolheu,
Deus lhe escolheu,
Para governar,
Para o adorar.

Vídeo incorreto?