Vamo simbora que o fandango esta formado
Num lugarejo na fronteira do estado
Reunindo tauras com estampa de caudilhos
Camisa branca e um lencito colorado
Neste fandango tem cordeona de botão
Litro de canha escondido nas macegas
Tem cavalhada pateando de cola atada
Franjas de pala judiadas de pega pega

Que compasso fandangueiro de cordeona
Que fandangaço pra dançar a noite inteira
Eu danço xote, danço polka e chimarrita
E me desmancho no balanço da vaneira

Tem prendas lindas chegando do campo fundo
Até ginetes do rincão do pirapó
Tem chinócas, fofoqueiras, redomonas
Nesta bailanta do fundo do cafundó
Esta bailanta é um entreveiro a noite inteira
Lá se dança, se namora e churrasqueia
Se joga osso, toma canha e joga truco
E por qualquer conversa fiada da peleia

Vídeo incorreto?