A dor que ainda te marca,
Pra mim não tem nada a ver
É como chama que apaga
Nas águas do desprazer

O que já não existe entre nós
A razão que desperta a voz
Do coração
Então pra que sofrer

Você implorando pra ficar
E eu, pra te contrariar
Resolvi dizer adeus

Eu não quis a alegria singular
E desfazendo nosso par
Me livrei dos braços teus

Vídeo incorreto?