Você me acostumou em ser
Um escravo pra você
E eu te amando, segui comandos
Derramo meu suor pra te ver feliz

Você se acostumou em ter
O melhor para você
Ditando regras, me pondo rédeas
Me perco sem retorno pra te ver sorrir

Mas eu preciso ser mais forte
Te entregar meu coração
Sacrificar a minha alma
Te ofertar essa canção

Mesmo esquecido em uma prateleira
Serei seu brinquedo de qualquer maneira
Preciso ser mais forte, talvez invencível
Para prosseguir sempre contigo
Mesmo sendo seu fantoche de madeira
Superarei qualquer barreira
Preciso ser mais forte, talvez invencível
Para controlar esse amor impossível

Você não me permite ser
O melhor para você
Sendo arrogante, fica distante
Derramo meu sangue pra te fazer feliz

Você não me permite ter
Uma parte de você
Eu te querendo, fui me perdendo
Desabo sobre a terra pra te ver sorrir

Mas eu preciso ser mais forte
Te entregar meu coração
Sacrificar a minha alma
Te ofertar essa canção

Mesmo esquecido em uma prateleira
Serei seu brinquedo de qualquer maneira
Preciso ser mais forte, talvez invencível
Para prosseguir sempre contigo
Mesmo sendo seu fantoche de madeira
Superarei qualquer barreira
Preciso ser mais forte, talvez invencível
Para controlar esse amor impossível

Preciso ser mais forte
Não acredito em sorte
Para te ter
Preciso fazer valer
Preciso fazer valer
Preciso fazer valer a pena
Que pena ainda não sou invencível
Sou venerável a esse amor impossível

Não posso estar na lista dos fracaçados.

Mesmo esquecido em uma prateleira
Serei seu brinquedo de qualquer maneira
Preciso ser mais forte, talvez invencível
Para prosseguir sempre contigo
Mesmo sendo seu fantoche de madeira
Superarei qualquer barreira
Preciso ser mais forte, talvez invencível
Para controlar esse amor impossível

Preciso ser mais forte...

Vídeo incorreto?