Eu fui criado de pé no chão
Brincar na terra rodar peão
Tenho saudade que tempo bom
Que foi embora e não volta não
Que foi embora e não volta não
Que foi embora e não volta não

Tenho saudade do meu tempo de menino
Um corre-corre e um bate bola no campinho
Depois da escola tomar banho no riozinho
Era bom demais

Ouvir a mãe gritando com a mulecada
Pra dia de chuva não brincar na enxurrada
Se chegava em casa com encharcada
Era só palmada

Eu fui criado de pé no chão
Brincar na terra rodar peão
Tenho saudade que tempo bom
Que foi embora e não volta não
Que foi embora e não volta não
Que foi embora e não volta não

Na brincadeira de bandido e mocinho
Passava a tarde inteira no quintal lá do vizinho
Sem camisa e de estilingue no pescoço
Com meu bonezinho
Com assovio a brincadeira terminava
Era chamado pra gente voltar pra casa
Já era hora de jantar e tomar banho
E a gente respeitava

Vídeo incorreto?