É inabalável minha fé
No ser que fez a luz que é
O sol e o som do oboé
É nesse Deus que eu tenho fé
Montanhas já removi
Com a força do meu clamor
As bênçãos que recebi
Me fazem cantar o amor
Por isso já decidi
Que por onde quer que eu for

Eu vou,eu vou, eu vou
Eu vou, eu vou...
Levando a fé companheira
Eu vou ultrapassando barreiras
Eu sei, diz o livro da lei
Com fé eu jamais temerei a dor
Eu vou, eu vou, eu vou
Eu vou, eu vou...
Meu coração é profundo
Eu sou filho do dono do mundo
Cantei, quando andei pelos breus
Por que, não há poder maior que Deus.

Fé é meu farol na escuridão
É a voz bonita da razão
Se os olhos turvam na missão
Enxergo com o coração
Dois milagres que eu já vi
O primeiro foi nascer
Por isso eu aprendi
E nunca vou esquecer
Mesmo que eu me vá daqui
A fé nunca vai morrer

Já andei por esse mundo
Minha escola foi a vida
Já dei nó em pingo d'água
Procurando uma saída
Apesar do sofrimento,
Nunca pratiquei maldade
Hoje por merecimento...
Encontrei felicidade
Quem é de deus, quem é de deus
Não tem inimigos
Quem é de deus, quem é de deus
Não corre perigo
Quem é de deus, quem é de deus
É bem-sucedido
Quem é de deus, quem é de deus
Por ele é protegido

Você começou errado
Já chegou atropelando
Mas tem coisas nesse mundo
Só se aprende passando
Se eu não puder adiantar, eu não atraso
Nunca da vida de ninguém fiz pouco caso
Eu planto a paz pra colher amor
Quem me quer mal, entrego nas mãos do senhor

Vídeo incorreto?