Contos, contados por tolos
Convencem outros tolos que não sabem de nada
E nem se tocam que pouco a pouco
Se tornam personagens dos quadrinhos da vida
Mas vejam só
Os bobos parecem palhaços
Sorrindo em maquiagem, mas
Por dentro chorando
E, viram suas costas pra realidade
Seguindo sempre em frente
Pra chegar não sei onde
E a gente nem se toca que no fim da linha
Nos jogam num buraco e dizem: Ave Maria (Bis)
Ave Maria (Bis)

Nossa mamãe nos concebe
E mal a gente desce, já se chega apanhando
É um tremendo susto nascer desse jeito
Com dores no traseiro, pondo a boca no mundo
E o mundo vai girando em torno da vida
Nós cometemos erros quanto mais ele gira
E a gente segue errando, sujando a Terra
Nós cometemos erros, desde Adão e Eva
E a gente nem se toca que no fim da linha
Nos jogam num buraco e dizem: Ave Maria (Bis)
Ave Maria (Bis)

Vídeo incorreto?