Sai, sai, sai,
Desse "grilo" brabo que te desespera
Vai, vai, vai,
Vai atrás da vida que ela te espera

Sai, sai, sai,
Desse "grilo" brabo que te desespera
Vai, vai, vai,
Vai atrás da vida que ela te espera


Eu sei que tudo que eu te digo, é pouco,
Pra você saber se encontrar
Mas eu te juro que eu daria tudo
Pra você poder me escutar
E eu insisto em lhe dizer de novo
Na vida a gente não pode se acomodar
E viver do passado é viver enterrado
Entre as coisas que não podem mais voltar

Sai, sai, sai,
Desse "grilo" brabo que te desespera
Vai, vai, vai,
Vai atrás da vida que ela te espera

Sai, sai, sai,
Desse "grilo" brabo que te desespera
Vai, vai, vai,
Vai atrás da vida que ela te espera


Eu sei que a vida até parece um jogo
Que dá medo de se apostar
Mas eu te juro que eu daria tudo
Pra você tentar se arriscar
E eu insisto em lhe dizer de novo
Na vida a gente não pode se acomodar
E viver do passado é viver enterrado
Entre as coisas que não podem mais voltar


Sai, sai, sai,
Desse "grilo" brabo que te desespera
Vai, vai, vai,
Vai atrás da vida que ela te espera

Sai, sai, sai,
Desse "grilo" brabo que te desespera
Vai, vai, vai,
Vai atrás da vida que ela te espera

Vídeo incorreto?