Na beira daquele tanque
Os enfermos se reuniam
Pra receberem a cura
Dos males que eles sentiam
Ooh cristo, oh cristo
Ooh cristo mui amado,
Liberte os enfermos
Como nos tempos passados!

As doenças se acrescentam cada dia mais
E os médicos já não entendem
E não sabem mais o que fazem

Se você está enfermo,
E deseja ser curado.
Segure na veste do mestre
Que tu serás libertado!

Vídeo incorreto?