Já sei que tão falando,tão dizendo por aí
Disse que me disse rolou e já chegou aqui
Nem tenta dividir você vai ter que assumir
Se embola com o meu nome na boca e desenrola aí
Cola do meu lado pra ficar de leva e traz
Simbora rapaz homem sujeito deu defeito e vai
Rala peito desse jeito X9 não tem conceito
É só vacilação não
Fica ligado eu sou

Neguinha
Toma sumisso eu tô
Na minha
De compromisso eu sou
Neguinha
Para de caô
Na minha

Tu fica divagando e vazando informação
Fica tirando e rimando o que você nem sabe então
Tu inventa e não sustenta o que você escuta aumenta
O que tu representa não se apresenta
Tu só bota pilha se humilha cola na quadrilha
Já deu pra ver qual é que tu me bota bilha
Me mira me erra não vou querer fugir da guerra
Comigo tu se ferra
Fica ligado eu sou

Neguinha
Toma sumisso eu tô
Na minha
De compromisso eu sou
Neguinha
Para de caô
Na minha

Rap:

Stressa não tem conversa que eu tô com muita pressa
Vem de caô desesperado, não interessa
Bate na porta, cabeça torta, ninguém te suporta
E tu não vai colher da minha horta
Fui eu que plantei, fui eu que reguei,fui eu que
semeei
Mas não fui eu que falei
Foi a sua língua solta que soltou mulher guerreira
Pôs fogo na fogueira, marcou, tá de bobeira
Sexta feira
Rala daqui sai por onde veio
Meio sem graça que eu não sei fazer rodeio
A minha rima é outra e o meu saco tá cheio
Meu bonde é pesadão pra vacilão tá de passeio
Não esquece
Que ninguém te merece não
Nem que tu tivesse um saco de dinheiro na mão não
Nem pintado de ouro, trazendo um tesouro
Na beca, no couro
Nem preto, vermelho, amarelo ou louro
Se rebele, se revele, me mira me erre
Só não fico esperando que você me ferre
Eu sou mulher que não da colher pra nenhum mané
Sabe como é homem sujeito eu meto o pé
Latina melanina que te contamina
Fica esperto certo que eu não sou tua mina
Então vem tirar uma
Com a minha cara bonitinha
Pra ver que o conteúdo ah
Você não adivinha
Caô!André GomesAndré Gomes
Um sonho
Música - Hannah Lima e André Gomes
Letra - Hannah Lima

Sonhei que o amor era lei
Acordei querendo entrar na ilusão
Quem sabe se eu fechar os olhos
Me mudo para esta outra dimensão
De flores amores, valores
Do bem que se propaga além
Das cores de todo o perdão
Lugar onde o amor é comunhão

Refrão:

Um sonho é pra sempre é
Um sonho é pra sempre é

Ali não havia pobreza
E nem tristeza no coração
Bastava ser, mais do que ter
E o vil metal não tinha função
Os carros as casas e roupas
Surgiam num piscar de olhar
Era só pensar e ter
Pois nós eramos todos irmãos

Rap:

difícil acordar e encarar
Que o mundo não é assim, guerra sem fim
O pobre cada veiz mais pobre
E o rico afim de ganhar mais dim dim
Ou meter mais dim dim no bolso
A tirania se sobresai
Espia
Inveja, vício, lucro
Hipocrisia
Onde o sangue injustiçado
É que escorre na via
Sem comunhão, sem compania
Quanto vale a nossa biografia?
Periferia sofre, explode o medo
Shh! Cale!
Doutor meteu a mão no cofre do gueto
Fale
Do seu mal que também é o meu
Mal que se propaga
Tal praga que se prolifera
Em alma amarga
Fera, ância de vingança, réu
Do poder da intolerância cruéu
Daqui pro céu, quem é feliz?
Quem é o tal juíz de mala cheia
Roubando a nossa paz, e a esperança alheia?

Poderes terrores e dores
Guiados por ganância e horror
Não fazem partre desse sonho
E nem do que eu suponho ser o seu
No sangue, suor e na lágrima
De quem não tem mais nada a perder
Você vai encontrar a fé
E a certeza de vencer

Vídeo incorreto?