Sonhei que o amor era lei
Acordei querendo entrar na ilusão
Quem sabe se eu fechar os olhos
Me mudo pra esta outra dimensão
De flores amores, valores
Do bem que se propaga além
Das cores de todo o perdão
Lugar onde o amor é comunhão
Refrão:

Um sonho é pra sempre é
Um sonho é pra sempre é

Ali não havia pobreza
E nem tristeza no coração
Bastava ser, mais do que ter
E o vil metal não tinha função
Os carros as casas e roupas
Surgiam num piscar de olhar
Era só pensar e ter
Pois nós eramos todos irmãos

Rap:

difícil acordar e encarar
Que o mundo não é assim, guerra sem fim
O pobre cada veiz mais pobre
E o rico afim de ganhar mais dim dim
Ou meter mais dim dim no bolso
A tirania se sobresai
Espia
Inveja, vício, lucro
Hipocrisia
Onde o sangue injustiçado
É que escorre na via
Sem comunhão, sem compania
Quanto vale a nossa biografia?
Periferia sofre, explode o medo
Shh! Cale!
Doutor meteu a mão no cofre do gueto
Fale
Do seu mal que também é o meu
Mal que se propaga
Tal praga que se prolifera
Em alma amarga
Fera, ância de vingança, réu
Do poder da intolerância cruéu
Daqui pro céu, quem é feliz?
Quem é o tal juíz de mala cheia
Roubando a nossa paz, e a esperança alheia?

Poderes terrores e dores
Guiados por ganância e horror
Não fazem parte desse sonho
E nem do que eu suponho ser o seu
No sangue, suor e na lágrima
De quem não tem mais nada a perder
Você vai encontrar a fé
E a certeza de vencer

Vídeo incorreto?