Jesus, ó amigo Salvador
Do céu, à terra és vindo
E nos Teus braços com dulçor,
Oh! vai-me conduzindo;
Assim eu vou seguindo
Na Tua luz perfeita,
Que sempre me deleita;
Tua palavra, oh, Senhor!

Que grande gozo foi p'ra mim,
Oh, quando me encontraste!
Do coração, abriu enfim
A porta e logo entraste;
Então Tu me leveste
Por Tua luz perfeita,
Que sempre me deleita;
Tua palvara, oh, Senhor!

Tu me livraste, Salvador,
De miserável sorte,
Me guardarás por Teu amor,
Fiel até à morte;
Desejo que me exortes
Por Tua luz perfeita,
Que sempre me deleita;
Tua palvara, oh, Senhor!

Ó Salvador, e bom Jesus,
Meus pés na rocha fundas;
Pois Tua mão, a mim conduz,
Às águas mui profundas,
Do trono oriundas,
À tua luz perfeita,
Que sempre me deleita;
Tua palvara, oh, Senhor!

Vídeo incorreto?