1/6 (fora da gravidade)


um dia eu vou te soltar das correntes da gravidade
e vou te levar para o satélite

procurando por você naquele lugar
eu andava perambulando pelas ruas à noite
a voz que eu ouvi no rádio
por que foi que eu me senti preocupada com isso?
eu te encontrei com os olhos avermelhados
não aja como se não fosse nada
de jeito nenhum que eu poderia simplesmente deixá-lo afundando num pântano escuro

[REFRÃO]
um dia eu vou te libertar das cadeias da gavidade
e nós voaremos do céu para o satélite
se nós formos para lá, a carga de nossos corpos serão 1/6
a solidão que você carrega em seu rosto
se eu puder te levantar só um pouco, isso vai ser suficiente
algum dia eu vou te levar lá
para fora da gravidade

uma viagem espacial é impossível no momento
indo para um lugar fisicamente distante
pensei em um monte de coisas, como resultado
como olhar sobre você, no refúgio da torre vermelha
você fugiu, fingindo
e tentou esconder longe o ritmo dos seus batimentos cardíacos
hoje, me dê a liberdade de pegar suas mãos

como num elevador orbital
nós iremos além das nuvens e subiremos até o satélite
se pudéssemos subir por 300m, vamos ficar um pouco mais leves, não acha?
afinal, embora esse seja um truque infantil
embora tenha pouco significado, é melhor transmitir
eu quero te levar mais alto acima do solo
fora da gravidade

esses sentimentos que aparecem e desaparecem
provavelmente estão sendo expostos, no entanto
esse egoísmo quer salvá-los agora mais do que qualquer outra coisa

aproveitando a energia do sol
a lua está brilhando muito
você não vai confiar em mim da mesma maneira?
um dia eu vou te soltar das correntes da gravidade
e te levar para o satélite
a dor, a solidão e tudo mais
será 1/6
ainda teremos nossa nave espacial muito tarde
enquanto lutamos da nossa maneira para aquele lugar
você não vai segurar a minha mão esquerda?

um dia, eu vou levá-lo para fora da gravidade
para fora da gravidade