Maçã ruim


Mesmo contra mim, veja só o tempo
Continua a correr, me deixando para trás enquanto
Giro sem parar, minha alma se esvaindo
Lentamente até que eu não mais perceba.

Tento me mover, mas as sombras não me deixam,
Minha mente escorre sem volta aos confins do tempo.
Não consigo ver, ou sentir, o mundo ao meu redor
Se esvaiu, me restou vazio.

Será que dormi? Talvez um sonho ruim?
As palavras que emiti não importam para mim.
Eu não quero mais sentir, não quero me entristecer.
Se eu deixo de sorrir, talvez pare de sofrer.

Mesmo se você tentar alcançar meu coração,
Tão perdido que ele está, não lhe dará atenção.
Se realmente me mover, todo o mundo mudará,
Pois as cores vão ceder, tudo em preto tornará.

O futuro está por vir, vale a pena eu tentar?
Temo que se progredir, não encontrarei lugar.
Isso vai me machucar? Vai me tornar infeliz?
Não sei mais como dizer, será que um dia eu quis?

Eu não quero mais correr, me cansei até de andar.
As pessoas ao redor, não consigo aceitar.
Se em frente eu caminhar, se eu conseguir mudar,
Minhas cores vão morrer, tudo em branco tornará.

Se eu conseguir mover, se eu conseguir mudar,
Nada mais existirá, tudo se apagará,
Infeliz eu posso estar, infeliz posso ficar,
Quando tudo terminar, tudo em branco tornará.

Eu não sei quem é você, eu não sei mais quem sou eu,
Eu não sei quem devo ver nesse céu que me perdeu.
Se ao menos enxergar, o meu mundo mudará,
Pois as cores vão viver, tudo em preto tornará.

Será que dormi? Talvez um sonho ruim?
As palavras que emiti não importam para mim.
Eu não quero mais sentir, não quero me entristecer.
Se eu deixo de sorrir, talvez pare de sofrer.

Mesmo se você tentar alcançar meu coração,
Tão perdido que ele está, não lhe dará atenção.
Se realmente me mover, todo o mundo mudará,
Pois as cores vão ceder, tudo em preto tornará.

Será que dormi? Talvez um sonho ruim?
As palavras que emiti não importam para mim.
Eu não quero mais sentir, não quero me entristecer.
Se eu deixo de sorrir, talvez pare de sofrer.

Mesmo se você tentar alcançar meu coração,
Tão perdido que ele está, não lhe dará atenção.
Se realmente me mover, todo o mundo mudará,
Pois as cores vão ceder, tudo em preto tornará.