Se a maré deixar o vento me levar
Navego em busca dos tesouros
De uma lendária ilha
Nova rota
Quais perigos a maré vai me trazer?
Gente que ficou por medo
Gente naufragou
Duvida, é só lenda, será?
O que amar é?
Será que essa maré me levará pra onde?

Sonho com suas águas puras
Matar minha sede de amar
Seus sabores, cores, iguarias
Temperamento temperar
Garimpar bodas de prata, ouro
Terra de leite, lua-de-mel
Fundar uma nação aqui na terra
Um pedacinho lá do céu

Deixa eu navegar os seus mares do sul
Mergulhar bem fundo no azul
Teus olhos
Que maravilha, minha ilha secreta
Minha casa, meu Brasil particular

Mundo novo
Minha promessa de deleite e mel
Minha ante-sala lá do céu
Família
Mar ilha, ilha mar
Minha rota certa
Em seus abraços quero sempre me aportar

De repente a maresia traz a tua fragrância nova no ar
Me entorpeço
Perco todo o senso de tempo e de lugar
Será magia de sereia
Ou se for a morte
Então seria uma visão do céu
Morri de sede de amar

Ilha do meu amor
Navegando esses mares do sul
Mergulhei bem fundo no azul
Teus olhos
Que maravilha, minha ilha secreta
Minha casa, meu Brasil sem mácula

Mundo novo
Sol, Marília, o que mais querer?
Seus sorrisos a me enriquecer
Família
Mar ilha, ilha mar
Minha rota certa
Em seus abraços quero sempre me aportar

Vídeo incorreto?