É fácil descobrir o medo da solidão, e a falta que faz a verdade.
É como uma lágrima no olhar, é o falso do que não se quis imaginar.
Onde esconde! E se apaga a memória.
Em busca do que a vida tem pra da.
Eu procuro um sorriso, em algum lugar.
É que na vontade de ser feliz. Naveguei em mares que naõ conhecia.

Joguei para fora tudo, meu coração calou.
E não vai embora, implore seu perdão.

É difícil impedir o sentimento.
É impossível enganar o pensamento.
Uma história, que parece ser o fim.
Eu desisto dos meus erros. E assim, vou sonhando e não quero acordar.
Se eu conheço, eu não sei me aceitar.
Se meus conceitos, são tão poucos pra falar.
Mora longe a vontade.
Nas estrelas eu sei me encontrar.

Vídeo incorreto?