Homem de dores


Homem de dores, cordeiro de Deus
Traído pelos seus
O pecado do homem e a ira de Deus
Foram colocados sobre Jesus

Em silêncio enquanto acusado
Açoitado, ridicularizado e desprezado
Curvando-se à vontade do pai
Tomou uma coroa de espinhos

Oh aquela rude cruz, minha salvação
Onde seu amor foi derramado sobre mim
Agora a minha alma grita Aleluia!
Louvor e honra a ti

Enviado do céu, o próprio filho de Deus
Para comprar e resgatar
E reconciliar até mesmo
Aqueles que o pregaram no madeiro

Oh aquela rude cruz, minha salvação
Onde seu amor foi derramado sobre mim
Agora a minha alma grita Aleluia!
Louvor e honra a ti

Agora a minha dívida está quitada
Está quitada por inteiro
Pelo precioso sangue
Que meu Jesus derramou

Agora a maldição do pecado
Não tem poder algum sobre mim
Quem o filho liberta
Oh, é realmente livre!

Oh aquela rude cruz, minha salvação
Onde seu amor foi derramado sobre mim
Agora a minha alma grita Aleluia!
Louvor e honra a ti

Veja, a pedra foi removida
Eis o túmulo vazio
Aleluia, Deus seja louvado!
Ele ressuscitou do túmulo!

Oh aquela rude cruz, minha salvação
Onde seu amor foi derramado sobre mim
Agora a minha alma grita Aleluia!
Louvor e honra a ti