Diante da cruz


Oh! Deus me sondas
Conheces meus caminhos
Mesmo quando falho
Eu sei me amas

Tua santa presença
Está presente a me cercar
Em todo tempo
Eu sei me amas
Eu sei me amas

Prosto-me diante da cruz
Onde o teu sangue foi derramado por mim
Nunca houve tão grande amor como este
Sobre a morte já venceu
Sua glória o céu encheu
Nada irá me separar

Tu vais antes de mim
Tu guardas o meu caminho
Tua mão me firma
Eu sei me amas

Tu rasgaste o véu
Fizeste um caminho
Quando disseste estar consumado

E quando a Terra se findar
Diante dos meus olhos cair
Tu permanecerás junto a mim
Pois sei me amas
Pois sei me amas