E você ainda abre a boca pra dizer que é justo?
Sentimentalismo à parte, soa como insulto

O meu lamento vira sua piada
Mas o eco do passado vira fato em sua cara
A ameaça do futuro já chegou

Escravo do poder que te vicia e te alimenta
Meu suor ainda te sustenta
A ameaça do futuro já chegou

Como uma bala prestes a se perder
Tenho pressa em te dizer
A revolta de quem você explora começou

Como uma bomba a ponto de explodir
Como um incêndio que está pra surgir
A revolta de quem você explora começou

A revolta de quem você explora começou

Vídeo incorreto?