Canta, Meu povo! Invade a praça
A nossa gente tem história pra contar
Canta Império em estado de graça
O Sarandi é Taquari é meu lugar

Vem, vem, vem, vem, vem
E deixa o passado te levar
Por essa rua onde o tempo continua
E nunca há de parar
Tá na capa do jornal
A cidade virou carnaval
Pra essa história eternizar (ôô)
Navega seguindo a corrente
Desagua regando a semente
O índio de braços abertos foi quem batizou: “Tibiquary”
E do lado de lá o vento vai soprar
Daquela direção mil sonhos embalar
Trazendo açorianos de além-mar

Tem pixuru à luz do lampião
Gira boi na atafona com sanfona e violão
Se tem fantasma, Assombração!
O rapaz leva a moça pra ganhar seu coração

Quem descobriu
O paraíso e construiu?
Moldando o barro, Armênia surgiu
Vendo a cidade prosperar... encontrar
Na beira da lagoa tua gente a sorrir
A fruta é da boa, é daqui, pode servir
E pra quem não conhece esse lugar
E só chegar pra festejar

A fé toca na alma o carnaval no coração
Pulsando forte e pedindo proteção

Vídeo incorreto?