Piracicaba que eu adoro tanto
Cheia de flores, cheia de encantos
Ninguém a grande dor que sente
Um filho ausente
A suspirar por ti

Uma saudade que puxa e mata
Que sorte ingrata
Longe de ti
Pelo suspiro triste sem termo
Vivo erro
Desde parti

Piracicaba que eu adoro tanto
Cheia de flores, cheia de encantos
Ninguém a grande dor que sente
Um filho ausente
A suspirar por ti

Só vejo estranhos meu berço amado
Ter ao teu lado
O que perdi
Poucos se importam com seus encantos
Que au amo tanto
Desde nasci

Em outras placas o que vale a sorte
Prefiro a morte
Junto de ti
Adoro os prados, os horizontes
A serra e os montes
Onde nasci

Piracicaba que eu adoro tanto
Cheia de flores, cheia de encantos
Ninguém a grande dor que sente
Um filho ausente
A suspirar por ti

Vídeo incorreto?