O meu coração solitário
As lembranças machucam demais
As carícias que alguém me fazia
O silêncio da noite me faz

Dormir sem ninguém não consigo
Comigo só vive a tristeza
Testemunha do meu sofrimento
É o cinzeiro em cima da mesa

Se eu pudesse ir agora
Onde está a pessoa que amo
Me embriago de tanta saudade
Dia e noite seu nome eu chamo

Solidão minha amiga inimiga
Dia e noite acompanha meus passos
Me embriago e fumo demais
Solidão não quer deixar meus passos

Me sinto nervosa demais
Tudo isso é falta de carinho
Tenho conforto e não me satisfaz
Não dá mais pra viver tão sozinha

Vídeo incorreto?