Faculdade da Vida

Na escada do destino conduzi minha idade
No degrau da ilusão deixei minha mocidade
Aqui no berço da vida espero a felicidade
E sinto bater no peito o martelo da saudade

Me perdi sobre as montanhas
Andei por caminhos incertos
Por quando as curvas do tempo
Me atirou em outros desertos
E o mar da ilusão de flor estava coberto
Em um beco sem saída fiquei de braços abertos

Hoje me sinto segura pelas mãos da natureza
Aqui no berço do mundo converso com a incerteza
Ouço a voz da experiência me esclarecendo a franqueza
A faculdade da vida me ensinou grandes defesas

Vídeo incorreto?