Todas vezes que você chora
O seu pranto escreve mentiras
Você finge que gosta de mim
Pensa em outra me abraça e suspira
Me diz tantas palavras bonitas
Como se eu fosse outro alguém
Tenho pena, mas não dou perdão
Porque sei que paixão não mata ninguém

Só agora você vem dizendo
Que está quase morrendo de amor
É mentira porque não morri
E não tive remédio na dor

Quantas vezes beijei seu retrato
Quantas vezes chorei por você
Entre quatro paredes de um quarto
Eu pensava que ia morrer
Estou certa que paixão não mata
Isto é coisa que eu duvido
Não pensei que nosso amor findasse
Se paixão matasse eu teria morrido

Vídeo incorreto?