Eu queria ser agora um passarinho de asas longas
Pra sobrevoar a flora do Mato Grosso e teus pantanais
Queria ouvir de perto o cantar sonoro das arapongas
Rever o mato-grossense, pois só teu beijo me satisfaz
Queria sentir a febre de amor do moreninho trigueiro
E ver cintilar o brilho em teus olhos loucos de amor por mim
E ganhar o teu amor com as carícias de feiticeira
Queria ser tua escrava e ser torturada por teus carinhos

É no Mato Grosso eu preciso matar esta saudade
E ver de novo a felicidade rompendo em meu peito esta paixão
Nesta madrugada eu partirei de qualquer maneira
Pra ver de novo o amor primeiro que faz sofrer o meu coração.

Vídeo incorreto?