Mineiro pau, mineiro pau
Serra o pau deixa cair
Mineiro pau, mineiro pau
O pau é forte é murici

Ainda me lembro do meu tempo de pequeno
Eu morava num terreno animado pra danar
Toda semana o povo fazia um pagode
Pra comer bucho de bode e tomar cana pra tocar

Aquela velha que fumava o cachimbão
A saia arrastava no chão chega a poeira cobria
De vez enquanto uma lapada de água ardente
A gente preso no dente e a danada não caia

Eu tenho muita saudade da minha terra
Do meu velho pé de serra e do grito do bacural
E do coquista que passa a noite bebendo
E o povo respondendo o coco mineiro pau

Vídeo incorreto?