Me orgulho de ser vaqueiro
É a minha profissão
Eu trabalho o dia inteiro
Na fazenda do patrão
Quando é de manhazinha
Eu já estou acordado
Visto o meu gibão de couro
Pra tomar conta do gado

Tralálálá lálálálálálá

Monto no meu alazão
E vou tangendo o rebanho
Penso até que sou patrão
O meu prazer é tamanho
Meu cavalo é ligeiro
Quando o dia amanhece
Todo o gado obedece
O grito de um vaqueiro

Tralálálá lálálálálálá

Trato bem do meu cavalo
Ele é meu companheiro
Aboiar é o meu prazer
É o prazer do vaqueiro
Vejo só no meio do céu
Eu trabalho sem parar
Peço a deus que me ajude
Pra vida continuar

Tralálálá lálálálálálá

Eu com muita alegria
Num cavalo eu vou montando
E vejo o sol lhe baixando
Lá por trás da serrania
Começo a juntar o gado
Pro curral eu vou levando
Esperando o outro dia
Pra começar trabalhando

Tralálálá lálálálálálá

Vídeo incorreto?