Hammers and strings (a lullaby)


Estes martelos e cordas
Continuam a me seguir
De uma caixa cheia na garagem
Para o escuro dos clubes de punk rock
De mil cidades americanas

E minha amiga me liga
Ela diz "como você tem estado?"
Eu digo "Querida eu tenho estado bem
Yeah o dinheiro está vindo
Mas eu sinto tanto a sua falta
Eu continuo ouvindo você nesse velho piano"

Ela diz "Andy eu sei
Que nós não nos falamos tanto
Mas eu continuo ouvindo seu fantasma
Nesses clubes velhos de punk rock
Vamos, escreva-me uma música
Dê-me alguma coisa para confiar
Apenas prometa que você não deixará que isso seja
Apenas as teclas que você toca.."

(Refrão)
Dê-me alguma coisa para acreditar
O fôlego para a respiração
Então escreva isso e não pense que fecharei meus olhos
Porque ultimamente eu não tenho sonhado
Então qual é o motivo de dormir?
É só que a noite
Eu não tenho onde me esconder
Então te escreverei uma canção de ninar

Estes martelos e cordas
Continuam a me seguir
Atrás de vans de passageiros
Pela neve, sujeira, e areia
De mil cidades americanas

E minha amiga me liga
Com seu coração ainda pesado
Ela diz "Andy o doutor
Me receitou os comprimidos
Mas eu sei que não estou louca
Eu apenas perdi minha vontade
Então porque eu ainda, porque eu ainda
estou os tomando?

(Refrâo)
Eu preciso de alguma coisa para acreditar
O fôlego para a respiração
Então escreva isso e não pense que eu fecharei meus olhos
Porque ultimamente eu não estou sonhando
Então qual é o motivo de dormir?
É só que a noite
Eu não tenho onde me esconder
Para os insones esta é a minha resposta
Escreverei-te uma canção de ninar..

Uma canção de ninar..

(Refrão)
Dê-me alguma coisa para acreditar
Então escreva isso e não pense que eu fecharei meus olhos
Porque ultimamente eu não estou sonhando
Então qual é o motivo de dormir?
É só que a noite
Eu não tenho onde me esconder
Para os insones esta é a minha resposta
Vou te escrever uma canção de ninar..

Uma canção de ninar..

Uma canção de ninar..

Uma canção de ninar..