Quebrei a cara, queimei a língua
Dei o meu braço a torcer ao te ver sambar
Quem diria que essa paulista
Tivesse um gingado de beira mar

Fiquei boquiaberto, olhei de mais perto
Como é que eu tive coragem de duvidar
Se existe pro samba um túmulo
Aqui certamente não é o lugar

Olha só o rebolado que a garota dá
Jeito atarefado e formoso de andar
Carioca e a baiana já põe pra quebrar
Mas o que a paulista tem ninguém soube cantar

E eu já percebi
Morena paulista vem sambar

Vídeo incorreto?