Violão, pandeiro, tamborim na marcação
e reco-reco
Meu samba
Viva meu samba verdadeiro porque tem teleco-teco
Venho do reino do samba brilhar no asfalto
E em forma de samba desce o morro também
Faço a minha tristeza um Carnaval de beleza
Que as outras terras não tem
Toda a riqueza do mundo não vale o terreiro
Onde eu canto o meu samba
Com simplicidade com as pastoras na rua
Com um pedaço de lua e a palavra saudade

Vídeo incorreto?