Por mais uma prece,eu venho a ti,
Minha alma perece, nas lutas daqui,
Por entre gemidos,te quero contar ,
Das coisas que fazem,teu servo chorar,

Senhor teu poder eu sei,se ver no infinito
Eu nele esperarei,dele necessito

As nuvens que passa, por cima de mim,
As vezes me traga,com trevas ruins,
Porém eu me calo,com a minha dor,
Somente te falo,te clamo senhor,

Com minha certeza, de que vencerei,
Até na fraqueza eu te louvarei,
Completa o tempo,pra te encontrar,
Tu és o alento,pra me consolar

Vídeo incorreto?