Uma coisinha insignificante
Mas pra quem ama é tão importante
Um simples retrato,tipo três por quatro
Na minha carteira

Ali guardado com meus documentos
É a razão de tanto sofrimento
De dor e angústia
Me torturando em noites inteiras

Até que um dia estava alucinado
Cheguei em casa desesperado
Cego de amor,louco de saudade
Me tranquei no quarto

Fui revirando os meus documentos
E no desespero daquele momento
Sem perceber,rasguei o seu retrato

Meu bem
Agora é maior a minha agonia
Não tenho você,nem a fotografia
Mas tudo que olho,me lembra você

Amor,
Você vive mesmo dentro de mim
Por mais que eu queira em tudo por um fim,
Não vou conseguir jamais te esquecer...

Vídeo incorreto?