Mulher dramática


Esta é a história mais dramática
Sobre uma mulher
Bela, nua em um quadro
Que eu tenho na parede
E que sorri ao olhá-la
Quase me fazer acreditar
Que o amor não é nada

Mulher Dramática

Ela é mais um fantasma
O jeito que ela me vigia
Ela reclama quando eu fumo
Mas aí você faz o mesmo comigo
Ela está controlando minha atividade cerebral
Sabendo que quando eu vou dormir
Ela vai me pegar quando eu estiver dormindo profundamente

E por sua maneira de ser
Achei que talvez
Me envolveria em seu prazer
Enviciaria para me ajudar
A sede de seu amor
Aparições em que estou
Não há razão para duvidar
Porque no final me faz feliz

E isso está bom
Porque ela está comigo agora
Na maioria do tempo
Tentando e salvando minha vida
Não pensando nela mesma
E sempre me dando beijo de boa noite
Quando eu só presisava ficar só
Ela é tão doce, tão discreta
Ela é exatamente o que eu preciso
Nem sequer faz acreditar
Ela não é tão habitual

Coro:
Que Brinque, Que SALTE