No rio caudaloso que a solidão retalha ,
Na funda correnteza na olimpíada toalha
Deslizam mansa mente as garças alvejastes
Nos trêmulos cipós de orvalho gotejantes...


Amor , essência da vida,
É uma expressão de deus.
Alma, não fique perdida
Ele luz os seus dias.


Mais de mil anos-luz já separado,
Naquela hora, do meu pensamento.
O filme de uma vida, ínfimo momento,
O derradeiro instante havia impregnado.


Meio do verso seguinte
"quando alta, noite não amplidão flutua
Pálida a lua com fatal polar,
Não sabes , virgem , que eu te suspiro
E que deliro a suspirar de amor"

De uma , entretanto ,
Que cheguei a estimar
Por ser tão desgraçada
Tive-a hospedada a um tanto
Do pequeno jardim;
Era toda riscada
De um traço cor de mar
E um traço carmesim

Vídeo incorreto?