Dez


Quem disse que o amor é fácil, nunca deve ter amado;
Às vezes é uma mina terrestre, um passo errado e ela explode;
Uma palavra, um olhar, luzes de um fusível escondido.

É difícil ver exatamente o que você tem, quando você está vendo o vermelho;
E é fácil fazer algo que você sabe que tanto vai se arrepender;
Melhor parar, pensar, contar até dez antes de eu sair.

Um, eu ainda quero te odiar;
Dois, três, eu ainda quero sair;
Quatro, procurando que porta;
Cinco, então eu olhar em seus olhos;
Seis, dê uma inspiração profunda;
Sete anos, dar um passo atrás;
Oito, nove, eu não entendo por que, mesmo de começarmos essa luta;
No momento em que eu chegar a dez, eu estou de volta em seus braços novamente.

Palavras jogadas de forma tão descuidada como armas quando se luta;
Mas quando eles cortam muito profundo, eu quero deixar tudo para trás;
Que eu tenho para contar até dez, antes de me cruzar essa linha.

Um, eu ainda quero te odiar;
Dois, três, eu ainda quero sair;
Quatro, procurando pela porta;
Cinco, então eu olho em seus olhos;
Seis, dê uma inspiração profunda;
Sete, dê um passo atrás;
Oito, nove, eu não entendo por que, começamos essa luta;
No momento em que eu chegar a dez, eu estarei de volta em seus braços novamente.

Você pode perder o que você não é grato,
Eu não quero que isso aconteça com você e comigo,
Melhor contar a minha bênção.

Um, você ainda me move;
Dois, três, você envia arrepios através de mim;
Quatro, você me queria mais;
Cinco, quando eu olho em seus olhos;
Seis, você é meu melhor amigo;
Sete, que nunca vai acabar;
Oito, nove, não sei porquê, mas graças a Deus isso acontece toda vez;
Até o momento eu chegar a dez,
Até o momento eu chegar a dez,
Eu posso ver como eu sou abençoada.

Eu escolhi você mais uma vez ...