Negros cabelos que me levam
Quando passam por aqui
E me arrastam os desejos com tal liberdade
Minha flor, minha vaidade,
Meu álibi!

É o oitavo pecado capital é a quinta estação (ô-ô-ô)
O desejo mais mortal é a minha visão
Que me arrastam os desejos
Pela madrugada da pá virada
E planta flores no meu coração

Curvas que levam o pensamento
Brilham com a luz do luar
Que me passam ligeiro como vento
Consciente entendo
Quero te namorar

Já são oito horas e te aguardo no meu portão (ô-ô-ô)
Não sei como mais chamar a sua atenção
Meu coração sozinho não vai mais por esta estrada
Que a vida me deu sem uma grande paixão!

Vídeo incorreto?