Novamente a bebida, outra vez de cara cheia
Complicando a própria vida que circula em minhas veias
Novamente é madrugada, e outra vez estou na rua
Uma alma apaixonada, perdida pelas calçadas somente por culpa sua

Pedir pra que eu te esqueça só aumenta o meu castigo
Tirar você da cabeça, francamente não consigo
É como querer tirar no sol o seu calor,
Depois de se apaixonar não é fácil suplantar, as marcas de um amor.

Você, você , de tudo é o resumo,
Reconheço e assumo porque fugir da verdade
Você, você, de tudo é a razão,
Amarrou meu coração no esteio da saudade.

Vídeo incorreto?