Poemas, preces e promessas


Eu ultimamente tenho pensado
Sobre minha vida
Todas as coisas que fiz
E como tem sido
E eu não posso evitar de acreditar
Na minha própria mente
Eu sei que vou odiar ver isso acabar

Eu vi muitos raios de sol
Dormindo la fora na chuva
Passei uma noite ou duas sozinho
Eu conheci o prazer das minhas mulheres
Tive alguns amigos
E passei uma vez ou duas na minha própria casa

Refrão:
-E eu tenho que dizer agora
Tem sido uma vida muito boa
É muito bom
Ter a chance de estar por ai
E Deitar perto do fogo
E assistir a noite passar
Enquanto todos meus amigos e minha velhinha
Se sentam e passam o cachimbo

E falar de poemas e preces e promessas
E coisas que nós acreditamos
O quão doce é amar alguém
O quão certo é cuidar
Quanto tempo se passou desde ontem
E sobre amanhã
E talvez sobre nossos sonhos
E todas as lembranças que dividimos-

Os dias, eles passam tão rápidos agora
As noites raramente são longas
E o tempo em volta de mim sussurra quando está frio
As mudanças de alguma forma me assustam
Mas ainda tenho que sorrir
Isso me faz pensar em envelhecer
Apesar da minha vida ter sido boa pra mim
Ainda há muito o que fazer
Tantas coisas que minha mente nunca conheceu
Eu gostaria de criar uma família
Gostaria de navegar
E dançar através das montanhas na lua

Refrão