Eu danço com ela de chinelo
E ela também de chinelo,
A gente faz a poeira levantar
É cá e lá é cá
É um chamego da moléstia
A gente entra na festa
Já botando pra quebrar
O povo fica besta,
Diz que tá bom
Que par bom,
Que a gente é bom no pé
E a gente faz aquele passo miudinho
No escuro, agarradinho,
Bota açúcar no café

No café, no café
A gente no escuro
Bota açúcar no café

Olha, o forró só é gostoso
Quando tem muita mulher
Mas quando tá eu e ela
Arrastando o pé
Apaga o candeeiro
Aí eu nem vejo
Só sei que quando beijo
Boto açúcar no café

Vídeo incorreto?