Deitado na praia, no tempo num sol de verão
Esqueço da vida, das mágoas do meu coração
Eu sinto um calor diferente, cercado por toda essa gente
Queimada de sol e sorrindo de felicidade


Queria que o mundo fosse uma praia sem fim
Sem guerras, sem ódio, tristezas ou coisas assim
Nas águas do mar ou na areia, esqueço que a vida é tão cheia
De lutas, disputas e de gente a pregar desamor


É gente que chega, que senta bem perto de mim
é mais uma flor que é plantada no imenso jardim
O sol fica mais excitante, preciso de um refrigerante
E um breve mergulho me traz novas disposição


Quisera chamar todo mundo que vive uma dor
A praia traz sempre alegria e momentos de amor
O sol já vai se despedindo, levanto e tambem vou saindo
Torcendo pro dia seguinte ter sol outra vez

Vídeo incorreto?