Quando chego no meu pé-de-serra
Bate forte o meu coração
Da saudade da minha terra
Dos festejos de são joão

Do fungado da sanfona
Do chiado do chinelo no salão
Das meninas dançadeiras
Das quadrilhas do sertão

Vaqueja, boiadeiro
De tudo que existe por lá
Mel de engenho, rapadura
Pinga daquela melhor não há

Ai que saudade do meu cariri
Do cratinho de açúcar
Tojolo de buriti
Do bairro onde nascí
Bolo de massa puba
Baião de dois com pequi

Ai que saudade, saudade, saudade
Ai que saudade, saudade, saudade
Ai que saudade, saudade, saudade
Ai que s a u d a d e... (bis)

Vídeo incorreto?